Como emitir Nota Fiscal no Lucro Presumido?

Tempo de leitura: 5 minutos

Entenda como funciona a emissão de Nota Fiscal no Lucro Presumido e entenda a importância de conhecer o procedimento.

Para fazer a emissão de NF, os empresários precisam pagar um imposto. Em cada regime tributário, o recolhimento é feito de maneira independente.

Para as empresas optantes do Lucro presumido, o cálculo dos impostos é feito conforme a presunção da porcentagem de faturamento definida pela Receita Federal.

Para entender como funcionam os impostos no Lucro Presumido, acesse o artigo que publicamos sobre o assunto.

A seguir, nós mostramos como é realizado o cálculo dos impostos na prática, como é feita a emissão de NF no Lucro Presumido e outras informações que sua empresa precisa saber.

 

Como calcular impostos no Lucro Presumido na prática? 

Antes de fazer a emissão da NF no Lucro Presumido, é importante saber claramente quais são os impostos que pagamos e como eles são calculados.

O primeiro passo é fazer a identificação da base de cálculo para o seu ramo de atividade e aplicar as alíquotas do CSLL e IRPJ sobre ela.

As alíquotas são pré-definidas em 9% (CSLL) e 15% (IRPJ) e devem ser calculadas e pagas trimestralmente. Porém, o cálculo pode ter variações, já que a base de cálculo usada para a presunção de lucro varia de acordo com a atividade da empresa, indo de 1,6% a 32%.

De forma prática, a ordem para o cálculo do Imposto do regime Lucro presumido é o seguinte: 

  • Primeiramente, é necessário saber o faturamento trimestral. Para isso, deve ser feita a soma de todos os valores de faturamento respectivos aos três meses;
  • Depois, é necessário saber qual é o percentual correspondente a atividade exercida e deve-se aplicá-lo sobre o faturamento;
  • Por fim, deve ser calculado o valor base de acordo com a alíquota de cada imposto, conforme consta na legislação.

 

Como emitir Nota Fiscal no Lucro Presumido?

Nota Fiscal no Lucro PresumidoO cálculo para emissão de nota fiscal de serviço no regime tributário Lucro Presumido é feito a partir da multiplicação do valor pela porcentagem da NF. Como se trata de um imposto municipal, a porcentagem da NF pode variar para cada município. 

Portanto, é necessário saber exatamente qual é a alíquota para descobrir qual será o valor do imposto da nota fiscal.

O Imposto sobre serviços (ISS) é uma taxa cobrada pelo Distrito Federal e também pelos municípios e incide sobre a prestação de serviços. Dessa forma, os tributos, a regras e a alíquota podem variar de acordo com cada município. 

A variação da alíquota é de 2% a 5% sobre o serviço realizado, podendo variar conforme a área de atuação do prestador de serviços.

Se, por exemplo, o ISS do seu município for de 5%, que é o máximo a ser aplicado, e o faturamento da empresa seja de R$10 mil mensais, os impostos sobre seu faturamento serão de:

  • ISS (5% de 10.000) = R$ 500,00;
  • PIS (3% de 10.000) = R$ 300,00;
  • COFINS (3% de 10.000) = R$ 300,00;

Dessa forma, o total de imposto será de R$865,00 mensais.

A partir desse exemplo, basta colocar o cálculo no papel inserindo os valores respectivos a sua empresa. Ao final, saberá qual é o valor de impostos na Nota Fiscal de serviços do Lucro Presumido, garantindo a conformidade com todas as questões legais.

É importante lembrar que para fazer a emissão das notas ficais são necessárias algumas ferramentas como Certificado Digital, Credenciamento no Sefaz e um software para emissão de NFs.

 

Por que algumas empresas preferem o Lucro Presumido? 

De modo geral, as empresas optam pelo Lucro Presumido, pois o cálculo do Imposto de Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) é mais prático. O mesmo ocorre com a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL). Ambos são pré-definidos.

As empresas que costumam fazer essa opção são as que possuem lucro superior a 32%. Assim, conseguem atingir uma redução de custos.

 

Gerenciador de notas fiscais eletrônicas 

Um programa gerenciador de notas ficais eletrônicas é a solução ideal para automatizar o processo e fazer o cálculo automático de impostos.

Além de gerar e imprimir a NF, o software também gera os arquivos XML e HTML e envia para os clientes.

Um gerenciador de notas fiscais pode ser utilizado para gerar as notas de diferentes CNPJs.

 

Qual é a importância de calcular o imposto da Nota Fiscal no Lucro Presumido?

Todas as empresas precisam entender como funciona a retenção de impostos. A falta de domínio sobre o assunto pode acarretar em fiscalizações que exigem a apresentação de notas e comprovantes. Caso seja constatada irregularidade, ocorrerá a aplicação de multas.

Esse processo pode comprometer o fluxo financeiro da empresa. É por isso que, o trabalho realizado deve ser cuidadoso parra se alinhar as obrigações legais e cumprir com os prazos necessários.

 

O que é retenção de impostos na nota fiscal? 

A retenção de impostos na nota fiscal é uma forma dos governos federal, estadual e municipal anteciparem parte dos valores que devem ser pagos pelas empresas, combatendo assim a sonegação de impostos.

Os impostos que devem ser pagos, bem como seus valores, depende do tipo de atividade exercida por cada empresa e do regime tributário escolhido.

A atenção ao pagamento dos impostos é essencial para manutenção do trabalho, visto que o recebimento irregular de valores emitidos quando obrigados a retenção, ou ainda, o não recolhimento quando a empresa possui fornecedores, pode acarretar em dívidas.

Otimize e agilize o seu trabalho com a retenção de impostos contratando as soluções da CLM Controller. Acesse o site e conheça nossos serviços. Aproveite para solicitar uma cotação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.