O que é Ramo de Atividade e como definir sua empresa

Tempo de leitura: 7 minutos

A primeira decisão que alguém precisa tomar quando decide abrir uma empresa é definir o ramo de atividade.

Na maioria das vezes, isso acontece antes mesmo que a pessoa perceba. Afinal, é o fator inicial para o inicio de um negócio.

No entanto, para determiná-lo com mais segurança e registrar o ramo de atividade mais adequado para a sua empresa, é fundamental entender o seu significado.

Por isso, neste artigo, vamos falar sobre esse conceito e dar algumas dicas muito valiosas na hora de defini-lo.

Então vamos buscar explicar mais do assunto, para que você receber dicas de como ter mais confiança para o sucesso durante a abertura das portas de sua empresa.

ARTIGO: [Conheça os tipos de investimentos mais seguros e começa agora!]

Primeiro passo: entenda o que é ramo de atividade

Ramo de atividade é a informação que define em que área a sua empresa irá atuar, podendo ser dividida em três categorias básicas: indústria, comércio ou serviço.

Para evitar deixar dúvidas, vamos acompanhar mais sobre elas nos tópicos a seguir.

Veja também: Mitos e Verdades sobre a Contabilidade Online

1. Indústria

Recebe este nome pois trabalha com a matéria prima para transforma-la em produto final. As industrias de modo geral, são grandes responsáveis por comércio: seja para outros comércios, seja para o cliente direto, 

Podemos considerar então, que sua principal função é criar itens de venda a partir de materiais brutos.

Um bom exemplo são as fábricas, que podem produzir roupas, medicamentos, alimentos e etc.

Leia também sobre Imposto de Renda 2023: O que você precisa saber.

2. Comércio

Podemos considerar, por exemplo, por supermercados, farmácias, padarias e lojas em geral.

Comercializar tudo que é fabricado pelo segmento industrial é seu objetivo. Tendo como propósito central a venda, o comércio pode ser dividido em dois tipos:

  • Varejista:

    essa categoria é voltada exclusivamente para o consumidor final, trabalhando com vendas diretas e em quantidades menores.

  • Atacadista:

    a segunda categoria é focada na venda para outras empresas cujo objetivo é revender os produtos adquiridos, além de ser realizada em maiores quantidades.

No entanto, existe também uma terceira possibilidade chamada de atacarejo. Nela os dois tipos de comércio, atacado e varejo, se mesclam.

Neste exemplo, é possível adquirir produtos em quantidades menores, mas, se preferirem, podem comprar em quantidades maiores e ter acesso a preços baixos, é comum esse tipo de venda de empresas para empresas.

Veja também: Imposto de Renda no Lucro Presumido, saiba como calcular!

3. Serviços

O terceiro e último ramo de atividade é o de prestação de serviços e sua função é oferecer mão de obra de acordo com questões ou necessidades do consumidor ou empresa. 

Alguns profissionais enquadrados nesse tipo de ramo de atividade são, por exemplo, psicólogos e advogados.

Baixe agora: Quer uma planilha para executar o cálculo do Lucro Presumido?

O que você deve saber para definir o ramo de atividade da sua empresa

A princípio, quando decidimos empreender e abrir uma empresa, é muito importante considerar uma série de fatores que podem determinar o sucesso ou o fracasso da sua iniciativa.

Por isso, listamos a seguir pontos de atenção na hora de achar o ramo de atividade e garantir que o seu negócio seja bem-sucedido.

Leia também: Novas regras para sociedades anônimas (S.A.).

Tenha paixão pelo trabalho

Em primeiro lugar, sem sombra de dúvidas, analisar se você está dedicando energia e entusiasmo o suficiente para essas tarefas.

Dentro desse contexto, pessoas que amam aquilo com o qual trabalham têm mais chances de prosperar na abertura de uma empresa

Portanto, antes de definir o seu ramo de atividade, é essencial compreender se essa atividade específica te deixa motivado e disposto a seguir em frente.

Se for algo que te move, vale a pena investir tempo e dinheiro nisso. Caso contrário, é possível descartar a ideia de inicio. 

Dica CLM Controller: Quer saber como fazer o cálculo de férias dos colaboradores?

Seja um expert no assunto

Dominar conhecimentos sobre o segmento no qual você pretende atuar, pode facilitar e muito quando chegar a hora de definir um ramo de atividade.

É importante que o empreendedor estude bastante sobre a área escolhida e tenha experiência para conduzir a empresa da melhor maneira possível rumo ao sucesso.

Além disso, para sempre se manter crescendo e trazendo melhorias, é importante se manter atualizado com os principais assuntos do segmento em si e dos cenários mundial e econômico. Essa é uma regra de ouro.

Qual a importância da contabilidade no comércio exterior?

Saiba quem é o seu público-alvo

Em um primeiro momento, conhecer quem você pretende convencer a comprar seu produto ou serviço ou contratar sua mão de obra é um fator que afeta bastante quando falamos de definir um ramo de atividade.

Dessa forma, antes de permitir qualquer transação comercial, é imprescindível dar uma olhada se a solução proposta atende verdadeiramente às expectativas e necessidades dos consumidores e das empresas.

Esse passo, além de ser fundamental na jornada para registro de ramo de atividade, mostra o quanto é preciso compreender o jeito mais eficaz de se comunicar com seus potenciais clientes com muito mais tranquilidade.

Saiba como fazer um Planejamento Estratégico para sua empresa e baixe o E-book Grátis.

Faça uma análise de mercado

Uma tática que também ajuda muito na definição do ramo de atividade é explorar mais a fundo informações sobre o mercado em que a sua atividade está inserida. 

Durante seus estudos, você irá descobrir dados importantes sobre o nicho de mercado que você pretende atuar, como crescimento ou queda e uma visão geral que vai te informar se vale a pena ou não começar um negócio no segmento.

Outro caminho para guiar essa pesquisa é por meio do estudo dos concorrentes. Olhar por esse ângulo proporciona percepções cruciais como falhas alheias que não devem ser repetidas e pontos fortes podem agregar bastante na construção do seu negócio.

Pense a longo prazo

Durante seus estudos sobre a área que quer atuar, lembre-se sempre de chegar se as projeções para o futuro são boas ou ruins.

A partir deste tipo de dado que você descobrirá em suas pesquisas, você poderá ter uma ideia mais clara para ter certeza se vale a pena ou não o investimento na abertura de uma nova empresa.

Nesse sentido, juntar essas informações ajuda a evitar eventuais prejuízos logo no começo da trajetória da nova empresa e, principalmente, reduz as chances dela fracassar e fechar as portas.

Portanto, estudar sobre o seu segmento nunca é demais, sobretudo quando novos conhecimentos fortalecem a sua visão estratégica a curto e longo prazo.

Saiba o que é Invoice: veja como funciona e baixe um Modelo GRATUITO.

Conclusão

Bom, como é possível ver, abrir uma empresa exige decisões bastante importantes para o crescimento de um negócio de sucesso.

Definir o ramo de atividade, por exemplo, é a primeira decisão que será feita por quem for empreender. 

Porém, ao contrário do que se pensa à primeira vista, fazer essa escolha não é uma tarefa tão simples.

Você precisará dedicar muito estudo para ser expert no comportamento do mercado e de seus concorrentes.

É muito importante analisar qual o ramo de atividade melhor se encaixará na sua estratégia. Pense como empreendedor!

Isso será um fator decisivo no sucesso ou fracasso do empreendimento. 

Agora a nossa dica: mergulhe nessas pesquisas e monte uma base bem fundamentada para que a sua empresa possa nascer bem amparada e pronta para crescer com saúde.

Está buscando consultoria para abrir sua empresa? Procure um de nossos especialistas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 × 2 =